0

Um noite INTEIRA de sono!!!

Ontem a Letícia dormiu a noite inteira. Que delícia, hein?
Foi para o berço às 19h30 e só acordou hoje às 06h00. Na verdade, quem não dormiu fui eu, perdi o costume de dormir tanto assim. Mas deu para descansar um pouco.

Agora ela está tirando a sonequinha da manhã e eu estou organizando as coisas para sair. Vamos almoçar na casa da Vovó Bernadete. Mais tarde vou postar algumas fotinhos lindas que tiramos na segunda, a primeira vez que a Letícia molhou os pezinhos no mar. Pense na felicidade da pequena. Difícil foi tirá-la de lá. Até mais.
0

Rapidinhas

1.
Semana passada estava no trabalho e senti um aperto no peito. Pensei na Letícia. Ela estava com minha mãe e, por um instante, hesitei em ligar para saber se estava tudo bem. Voltei ao trabalho e novamente o aperto veio. Liguei, falei com minha mãe, contei a situação e perguntei como estava a minha pequena. "Ela está ótima, brincando no berço", foi o que minha mãe disse. Quando cheguei em casa, descobri que no momento em que liguei, a Letícia tinha acabado de cair e machucar a boquinha. Agora tenho certeza que coração de mãe não se engana.

2.
Levamos a Letícia para ver a decoração de Natal do shopping... Curiosa como ela é, na hora da foto, em vez de olhar pra gente ficou olhando para a cara do Papai Noel, achando a barba dele a coisa mais interessante do mundo.

3.
O primeiro Natal da Letícia foi bem tranquilo. Passamos na Barra de São Miguel, na casa dos meus pais. Ela brincou muito o dia inteiro e dormiu cedo, por volta de 20h00. Sem problemas, afinal, o verdadeiro sentido do Natal deve ser vivido todos os dias e não, apenas, no 25 de dezembro.
0

Tempos melhores estão por vir...

Eu acredito nisso.
Tenho muitas novidades, mas não estou com cabeça para escrever hoje.
Volto amanhã. :(
0

Férias, te quiero...

Tudo indica que conseguirei tirar a próxima semana de férias. Obaaaaa!
Será uma semana inteira para descansar e curtir a pequena Letícia, sem nem olhar para o relógio.
Mas por enquanto, ainda tenho muito trabalho. Mais tarde eu volto aqui para compartilhar algo que tenho pensado bastante: Como lidar com as birras de bebês? Sim, a Letícia está descobrindo essa arte. Posso com isso?
3

Utilidade Pública: Desagradável experiência com a pomada Dermil Camomila

Hoje gostaria de compartilhar uma experiência que tive com a pomada para prevenção de assaduras, Dermil Camomila. Sempre fui muito cuidadosa com a higiene da Letícia e devido a isso nunca havia tido problemas com assaduras. Para evitá-las, ela nunca fica mais de 3 horas com a mesma fralda (exceto a noite, mas uso uma fralda específica para isso) e sempre uso a pomada de prevenção. As minhas preferidas são a Dermodex Prevent e Turma da Mônica.

Daí que um dia estava na farmácia e vi a pomada Dermil Camomila. Achei interessante por vários motivos: embalagem, composição incluindo a camomila que é um calmante natural e o preço. Comprei duas e levei para casa, pretendendo usá-las assim que o meu estoque acabasse. Para minha triste surpresa, em apenas um dia após o início do uso, percebi que a Letícia estava com assaduras. Suspendi imediatamente o uso da Dermil, usei a pomada Dermodex Tratamento e esperei ela melhorar. Graças a Deus, no dia seguinte ela já estava bem. Mas fiquei intrigada e resolvi pesquisar sobre o assunto. Após alguns acessos no google, descobri que quando uma criança está tomando antibióticos pode ter assaduras, visto que a sua urina fica mais ácida. Como a Letícia estava se tratando de uma tosse com antibiótico, imaginei que esta seria a causa das assaduras, mas precavida que sou, resolvi não usar mais a Dermil.

Conversando com os pais do Gui, meu sobrinho de 1 ano e 10 meses, expliquei o que havia acontecido e que ainda tinha as duas bisnagas de pomada. Eles resolveram testar no Gui, pois estávamos quase certos que o problema com a Letícia teria ocorrido por causa do antibiótico. Infelizmente, exatamente 1 dia após o uso, ele também teve assaduras.

Enviei um e-mail para o SAC desta pomada ontem pela manhã, relatando a minha experiência e registrando a minha insatisfação, mas até agora não obtive resposta. Por enquanto, só me resta lamentar este triste fato, descartar estas pomadas e compartilhar o ocorrido com outras mães, evitando assim que seus bebês passem pelo mesmo desconforto que a Letícia e o Gui passaram. Caso receba algum retorno do SAC, postarei aqui.
0

Hoje é domingo...


Domingo a noite é tão chato. É a hora de organizar tudo para recomeçar a rotina da semana. Ainda mais no final do ano, quando já estamos cansados de rotina e queremos mesmo é fugir dela.

Tivemos um fim de semana bem movimentado, acho que foi por isso que Letícia apagou hoje às 18h15. Começamos na sexta, com a confraternização do Eder, que ela amou. No sábado fomos para a Barra de São Miguel e voltamos hoje, logo depois do almoço. Aí deixamos as bolsas em casa e fomos ao shopping mostrar a decoração de Natal a Letícia. Ela curtiu tudo, olhando atentamente todos os detalhes, só ficou com medo do Papai Noel.

Letícia adora a casa da Barra. Lá temos bastante espaço para ela brincar e ela se esbalda mesmo. Além disso, tem também o meu sobrinho Guilherme, um fofinho de 1 ano e 10 meses, filho do meu irmão. Haja energia da mamãe e do papai para correr atrás destes meninos. Mas eu adoro ver minha filha feliz e cheia de disposição, me sinto cansada, mas vale a pena.



0

Passeio em família


Hoje tivemos uma tarde muito agradável. Fomos para a confraternização do Eder, que foi em um restaurante na Massagueira. Lugar simples e lindo, às margens da Lagoa Mundaú.
No começo, a Letícia ficou um pouco acanhada em meu colo, acredito que ela estava reconhecendo o ambiente. Mas depois que se familiarizou com o lugar, ficou elétrica e aproveitou bastante. Voltamos para a casa cansados, mas felizes! As fotos falam por si só.

Agora vou arrumar as malas que amanhã estaremos partindo, rumo a outro paraíso: Barra de São Miguel! Obaaaa!!!
0

Hoje é dia de festa: 10 meses de Letícia!!!


Minha florzinha, finalmente vou conseguir fazer o que sempre tive vontade, desde que você nasceu: escrever um post dedicado a você. Sei que você ainda não sabe ler, mas quando souber, vai acessar esse cantinho virtual que a mamãe criou com tanto carinho e perceber que o nosso amor por você cresce a cada dia.

Nesses 10 meses que se passaram posso afirmar que me transformei diariamente. A maternidade exige muita flexibilidade para se adaptar às mudanças de rotina, renúncia e dedicação incondicional. Essas são algumas das transformações, mas a principal delas é que me tornei uma mulher muito mais feliz.

Hoje, todas as minhas atitudes e pensamentos incluem você e o meu maior desejo é conseguir ser uma boa mãe. Quero te ensinar valores sólidos e desejo que você cresça independente, porém sabendo que sempre seremos o seu porto-seguro. Isso me dá medo também. Tenho pensado muito no mundo louco que você vai encontrar, mas me esforçarei todos os dias para te preparar para isso. Agora vou fazer um pequeno resumo destes 10 meses:

O que MUDOU EM MIM:

1. Durmo menos (em média 6 horas por dia);
2. Como muito mais rápido;
3. Aprendi várias musiquinhas infantis (Galinha Pintadinha e programas do Discovery Kids);
4. Me tornei menos exigente comigo mesma, com relação à organização da casa;
5. Consigo me desligar do trabalho totalmente quando chego em casa;
6. Não consigo mais trabalhar nos finais de semana e feriados;
7. Meus sites preferidos são sobre maternidade e assuntos relacionados;
8. Me tornei uma pessoa mais paciente;
9. Comecei a entender algumas atitudes da minha mãe que não entendia antes;
10. Sou infinitamente mais feliz e realizada!

O que MUDOU EM VOCÊ:

1. Já fica em pé, sozinha, por vários segundos e até ensaia alguns passinhos. Eu já vi você dar 2 passinhos sozinha e o vovô Araújo viu você dar 3 passinhos;
2. Já falou “Pá pá”... Mas isso é muito raro, o próprio papai ainda não viu;
3. Adora ir para o chão e reclama quando está muito tempo no colo;
4. Está começando a fazer birra quando é contrariada... Ai, ai, ai, será que vou pagar a minha língua?
5. Adora sair de casa. Quando ficamos em casa nos fins de semana e abrimos a porta para sair, você começa a gritar de alegria, bate palmas e levanta os bracinhos;
6. Anda com a mamãe de carro, na sua cadeirinha, quietinha, admirando a paisagem. Mas solta um sorriso lindo, quando chegamos ao nosso destino e a mamãe abre a porta do carro para te pegar;
7. Já sabe bater palminhas ao cantarmos “Parabéns pra você”;
8. Manda beijos, dá tchau e chama com a mãozinha... Coisa linda de se ver;
9. Dorme muito bem em seu próprio quarto. Acorda normalmente uma vez por noite, já dormiu várias noites inteiras sem acordar. Também já dormiu duas vezes na casa da vovó Ana e não deu trabalho;
10. Adora tomar banho de piscina com a mamãe;
11. Já tem dois dentinhos lindos e não demonstrou nenhum desconforto quando eles nasceram;
12. Adora atirar os brinquedos para fora do berço e ver alguém devolvendo a você;
13. Tem uma rotina bem definida de alimentação, com horários certinhos e isso me enche de orgulho;
14. Adora tomar água;
15. Adora pão, suco de caju e papinhas... A quem será que puxou? Rsrsrs

Filha, estas são apenas algumas, das muitas novidades, cada dia você aparece com uma nova gracinha. Tenha certeza que você é muito amada e não poderíamos ter escolhido nome melhor para você. Letícia significa “aquela que traz felicidade” e é isso que você traz para nós, dia após dia. Te amo com todas as forças do meu coração.
0

Use a cadeirinha!

Desde que saí da maternidade, a Letícia começou a usar a sua cadeirinha. Naquela época já era obrigatória, mas mesmo que não fosse, não abriria mão. Sempre tive consciência da importância de usá-la e li bastante sobre o assunto, a fim de entender qual seria o modelo ideal para a minha pequena. Daí que ontem estava assistindo o noticiário e vi que, em apenas 1 ano, houve uma redução de 40% no total de crianças de até 7 anos, mortas em acidentes de trânsito. Notícia boa!!!

Confesso que não é uma tarefa fácil, pois as vezes a Letícia chora bastante, principalmente quando eu estou dirigindo e ela está sozinha no banco traseiro. Mas como toda mãe, tenho as minhas artimanhas: converso, canto, ponho as musiquinhas dela, enfim, tento distraí-la até chegar ao nosso destino. Caso nada disso resolva, paro em um local seguro para acalmá-la e sigo depois, mas sempre colocando a segurança dela em primeiro lugar.

Hoje recebi um e-mail do Baby Center com a divulgação do site www.usecadeirinha.com.br. Lá temos vários depoimentos de mães e pais que viram a vida de seus bebês salvas pelo uso da cadeirinha. Abaixo temos os modelos disponíveis e suas orientações:

2

Quando foi que você cresceu?

Hoje eu gostaria de compartilhar algo que pode parecer engraçado, mas as vezes me assusta também. É incrível como o tempo passa rápido, principalmente, quando estamos falando do crescimento dos bebês.

Esta semana, fui comprar algumas roupinhas e sapatinhos para a Letícia. Entrei na loja, escolhi, paguei e levei para a casa. Daí veio a minha surpresa: os sapatinhos que eu comprei ficaram apertados, um deles, nem sequer entrou no pezinho dela. Eu estava certa de que sabia o tamanho (e sabia mesmo), porém em duas ou três semanas o pezinho dela cresceu tanto que aumentou dois números! Agora a minha bebê, que já não é tão bebê assim, calça nº 18.

Pode parecer bobagem, mas ser mãe também é se perder em pensamentos de vez em quando. E foi isso que aconteceu. Comecei a pensar que ontem tinha um bebê totalmente dependente e hoje a acompanho ensaiando os primeiros passos. E viajei em pensamentos, fazendo uma retrospectiva em minha mente, lembrando tudo que passou até agora e que não vou mais vivenciar com ela. A amamentação é uma destas coisas. Eu simplesmente AMEI amamentar, era um momento único, só nosso, de total intimidade... Sinto saudade.

Sinto saudade também de estar em casa com ela, 24 horas por dia, acompanhando tudo, como quando eu estava de licença-maternidade. Com a volta ao trabalho, me restaram apenas algumas horas pela manhã e a noite.

Aí, de repente, encerro esse momento nostálgico e lembro que cada fase é diferente e que ainda temos muito o que viver pela frente. Fases diferentes, mas não menos gostosas.

3

Muito prazer, eu sou a Letícia...

Finalmente criei coragem e investi alguns minutos do meu precioso tempo na criação deste blog. Desde a minha gravidez, tenho vontade de fazer isso, mas por vários motivos fui postergando esse projeto. No entanto, todos os dias, ao olhar para a Letícia, sinto que ela está crescendo tão rápido e percebo que preciso registrar os momentos que tenho vivido. Hoje ela está com 9 meses, fará 10 no próximo dia 16/12. Linda, esperta, sapeca e obediente. Assim é a minha filha. Faz manha de vez em quando, mas obedece quando ouve um sonoro "Não pode!". Já fala "Mã mã", "Me dê", "Eder" e balbucia algumas sílabas. Está ensaiando para dar os primeiros passinhos e isso me deixa com o coração na mão. Manda beijo, dá tchauzinho, bate palmas e adora a Galinha Pintadinha. Minha linda florzinha.